quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Velhas recordações

Lembro-me de velhas recordações
que um dia tiveram sentido
em minha vida.
Mas recordações são passados
e como diz ‘Elis” em uma musica
o passado é uma roupa velha
que não nos servem mais.
Mas e quando não se tem mais o que vestir?
E o passado ficou tão vivo na memória
que você passa noites intermináveis
tentando mudar a história
que estão em velhas recordações.
Tento viver o presente
mas o passado está tão próximo
que as vezes eu me confundo
nunca sei se estou recordando
ou fazendo planos para o futuro.
Mas apesar das recordações
eu escrevo com minha alma calma
meu espírito está sereno
tantas recordações
neste meu mundo pequeno.


**POESIA CRIADA EM 1997

Nenhum comentário:

Postar um comentário