segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Poema meu

Quero correr pelo campo
do interior do meu ser
subir em suas colinas
e ver o meu eu amadurecer.

Sou muito mais do que penso
e sempre penso que estou sozinho
mas posso realmente estar só
com tantos amigos em meu caminho?

Emociono-me com musica clássica
por pura e simples emoção
não ligo para presentes
mas choro com um aperto de mão.

Sinto falta de pessoa queridas
e cumprimento os meus inimigos
aprendo com os meus erros
mesmo estes serem tão antigos.

sou vaidoso com minhas musicas
tanto elas me ensinaram
quando tudo parecia distante
foram elas que me ampararam.

Gosto de ser acariciado
por mãos sensíveis e sem pudor
sou um eterno apaixonado
que venera a palavra amor.

Acho mágico quando chove
adoro e venero o mar
pois lá vive Iemanjá
a quem aprendi a respeitar.

Acredito em Deus a minha maneira
sou cristão de coração
mas não acredito em palavras
pois muitas não tem emoção.

Escrevo poemas porque gosto
é o meu sentimento abstrato
lendo um poema meu
verás o meu retrato.

Sou tudo isso que aqui escrevo
um ser que gosta por gostar
já amei e fui amado
sorri e fiquei a chorar.

Já escrevi que queria morrer
que queria pra sempre não mais lembrar
mas vou ficar exatamente aqui
até a felicidade eu encontrar.
   Ou morrer tentando!


**POESIA CRIADA EM 1997

Nenhum comentário:

Postar um comentário