quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Pássaros feridos

Fiquei olhando com lágrimas
o pássaro indo embora
suas asas faziam um movimento
como se estivessem dando um adeus.
Minhas vistas agora cansaram
de ficar olhando ao longe
na esperança de ver o pássaro voltar
antes do meu mundo acabar.
Agora um ultimo suspiro
o pássaro morreu sem voltar
e eu mais uma vez perdi
sem ter a chance de ganhar.
E com o meu coração partido
voltei para a minha estrada a caminhar
vai ser longa, eu sei
até outro pássaro eu encontrar.


**POESIA CRIADA EM 1997

Nenhum comentário:

Postar um comentário