sábado, 17 de dezembro de 2016

Infância

Se vai embora
e talvez não volte nunca mais
acabou a inocência da infância
acabou no fim tarde demais
foi tão melancólico e triste
ouvir o seu choro, ver suas lágrimas
a amargura envolvendo o ser
gostaria eu ser, gostaria eu ser
mas jaz não volta mais
com o toque da dita senhora
choramos por nossos amores
seres sentimentalistas
cheio de dores
quando o verão voltar
não vai mais haver sol
vai ser tão frio e caótico
como o inferno em que vivemos
agora já é tarde
é hora de dormir
amanhã pela manhã
não estaremos mais aqui
ninguém verá nossas imagens
pois estaremos penando por aí...


**POESIA CRIADA EM 1996

Nenhum comentário:

Postar um comentário