quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Estações do coração

Ah!
como é belo
os encantos do amor
a linda paisagem primaveril
ou o outono do mês de abril.

Ah!
os encantos juvenis
o Narciso de todos nos
a lágrima de uma saudade
o sabor da liberdade.

Ah!
o gosto de um beijo
a paixão insustentável
o mundo tão eterno
ser pai, mãe, sentimento materno.

Ah!
o poema guardado
o carinho no retrato
a sensação da solidão
o medo da escravidão.

Ah!
palavras que escrevo
quando penso em você
tantos caminhos a passar
para sempre te encontrar.


**POESIA CRIADA EM 1996

Nenhum comentário:

Postar um comentário