quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

D'alma

Leve brisa suave do mar
trouxeste-me o perfume embriagante
da mulher que jurei amar
amar-te, amor constante.

Tens um ar de princesa
que principia no teu olhar de realeza
sou teu humilde escudeiro com uma certeza
de proteger-te e amar-te com toda delicadeza.

O vento alisa as tuas melenas
cor de fogo, forte e viril
enfeitiçaste-me minha pequena
no meio do mês de abril.

Escrevo-te doces palavras poéticas
e nem assim consigo me expressar
tais palavras em tanto amor são patéticas
se só quero pra sempre contigo ficar.


**POESIA CRIADA EM 1996

Nenhum comentário:

Postar um comentário