segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Lua

Com o rosto angelical
o nome que a lua reverencia
uma princesa a noite
uma guerreira ao dia.
Mas porque?
Teu sorriso as vezes é triste?
Teu olhar brilha em devaneios?
Porque pensas em fugir?
Porque tem tantos anseios?
A felicidade existe sim
apesar de as vezes duvidar
é certo que a paixão tem fim
mas não deixe de amar.
Quando choras em teu canto
queria apenas um pouco de carinho
apenas um beijo no rosto, encanto
alguém de verdade
no seu coração que vive sozinho.


**poesia criada em 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário