sábado, 11 de outubro de 2014

Meu bem, meu bem


Meu bem, meu bem
os erros são fatais
e o mundo é muito pequeno
para conter duas pessoas iguais.
Não devemos mais chorar
a dor da separação
tantas palavras são ditas
e só o beijo tem noção.
Deixe-me acariciar o meu rosto
e lembrar dos teus carinhos
tantas insuportáveis lágrimas
quase insuportável viver sozinho.
Meu bem, meu bem
deixe nosso sorriso florescer
a afogar a lembrança
que chegamos a nos conhecer.

***POESIA CRIADA EM 1996

Nenhum comentário:

Postar um comentário