domingo, 10 de agosto de 2014

As palavras do meu coração


Sou como um planeta
perdido nos confins do universo
sem nenhuma estrela
que possa ao menos me aquecer.
Sou como o elo perdido
esperando alguém
para me descobrir
e me fazer existir.
Sou como o mar morto
que na realidade está vivo
esperando que alguém se banhe
e me de algum valor.
Sou como um pássaro raro
que quer liberdade para cantar
que quer viver feliz
e ter alguém junto para voar.
Sou alguém que despertou do coma
e descobriu o lado bom de viver
de amar e ter alguém
de te amar e te querer.

**POESIA CRIADA EM 1995

Nenhum comentário:

Postar um comentário