domingo, 18 de maio de 2014

Anjo


Teus olhinhos
tão lindos
tua voz tão meiga
tua mãozinha que me faz carinho.

Quando te vejo
viro criança novamente
assim tão de repente
em não ser grande, não ser gente.

Te fazer carinho
te falar das minhas histórias
te sorrir com sinceridade
te mostrar um mundo sem maldade.

És meu mundo, meu sonho de vitória
és minha vida, és minha
te amo tanto
Milene, minha doce sobrinha
não penso em mais nada
pois sou você, minha querida afilhada.

** POESIA CRIADA EM 1995

Nenhum comentário:

Postar um comentário