domingo, 27 de abril de 2014

Sempre haverá um amanhã


Talvez um dia
eu te fale em amor
da minha vida
da minha dor.

Talvez um dia
você me olhe
e veja nos meu olhos
amor.

Talvez um dia
você veja um sorriso
na minha face
com qual eu tenho sofrido.

Talvez um dia
eu encoste a cabeça
no teu colo
e pra sempre padeça.

Talvez um dia...
eu não chore... nunca mais.


**POESIA CRIADA EM 1995


Nenhum comentário:

Postar um comentário