domingo, 10 de março de 2013

Teus poderes



Na vastidão da noite
tenho pesadelos que me atormentam a noite
corro grito e choro
as sombras são minha vida, meu sentimento
socorra-me!
Quem?
Aonde?
Como?
A luz!
A luz vem em minha direção
por favor... não me machuque
eu não mereço sofrer ainda mais.
A luz ilumina meu rosto
eu o escondo assustado
as sombras se dissipam
por favor, não acabem, não vão embora
mas a luz me ilumina mais ainda
e toca meu rosto delicadamente
e o meu corpo paira sobre ondas
felicidade!
Eu me assombro
que bonito!
Faz de novo?
Da pra mim?
Eu descubro então a vida
a vida que a luz me trouxe
as sombras
bah!
Você, a luz
não me deixe nunca mais
pois estou alegre por ter te conhecido
e talvez eu te queira ainda mais.

**POESIA CRIADA EM 1995

Nenhum comentário:

Postar um comentário