sábado, 2 de fevereiro de 2013

E assim eu ressuscitei



Eu vou sempre ao teu encontro
como um miserável mortal
sempre me sentindo um tonto
do meu grande amor banal.

Nada disso aconteceu
você não é só minha amiga
meu amor não padeceu
pois você é minha vida.

E assim eu ressuscitei.

**POESIA CRIADA EM 1995

Nenhum comentário:

Postar um comentário