domingo, 4 de novembro de 2012

Lugares, rostos e sombras




O teu rosto, tão lindo, tão meigo
me parece estar tão perto
que talvez eu pudesse tocá-lo
beijar, fazer carinho, amar.
Me iludo com tão pouco
e você foi esse meu tão pouco
que me entristece em saber
que o teu rosto esta tão longe.
Nem o gosto do beijo
eu pude ter como lembrança
nem ao menos a duvida da esperança
de ao menos te beijar.
Mesmo assim, deixe estar
pois o teu rosto, tão lindo, tão meigo
eu tenho como recordação para lembrar
lembrar que no teu rosto
estão os teus olhos
que brilham quando você sorri
que perseguiram dia e noite
nos dias em que te conheci.
Lembrar que no teu rosto
estão os teus lábios
cujo sorriso é o mais lindo que já vi
que me deixavam fora do ar
eu implorando para te beijar.
O teu rosto, tão lindo, tão meigo
sempre vai estar no meu coração
porque existe o sentimento
chamado amor... foi o que senti por ti
eu queria tanto você aqui...

**POESIA CRIADA EM 1995

Nenhum comentário:

Postar um comentário