domingo, 28 de outubro de 2012

Te ver




Tão triste é ver você
conviver com você
ver você se deitar a noite
ver você acordar pela manhã.
Tão triste é ver você
quando acordo pela manhã
e ver você dormindo o seu sono profundo
e não poder acariciar os seus cabelos
que toma de assalto o seu rosto
não poder beijar os teus lábios
e te acordar devagarzinho.
Tão triste é ver você
e não poder lhe dizer
frases repletas e cheias de amor
não sair de mãos dadas
para passear pelo mar.
O mais triste ainda
é você saber de tudo isso
é saber que não tenho um lugar
no seu coração
é saber que vou te esquecer
sem nunca ter te conhecido
e tudo por causa da maldade
da estranha palavra amizade.

**POESIA CRIADA EM 1995

Nenhum comentário:

Postar um comentário