domingo, 7 de outubro de 2012

Sarandi




Sempre me lembrarei do teu sorriso
quando eu for escrever um poema
lembrarei do teu olhar
quando eu escutar uma musica.
Talvez no âmago da questão
em uma linda tarde de verão
Lembrarei do teu rosto no mar
Rosto que eu não pude acariciar.
E por mais que doa em meu peito
em assumir o que não quero
tão distante você vai estar
e então eu só poderei lembrar.
Lembrarei o seu nome
lembrarei das nossas conversas
lembrarei da nossa sinceridade
lembrarei que nunca te disse a verdade.
Eu acredito em amor a primeira vista
você não me entendeu
um até outro dia te dou
e em voz baixa eu exclamo
eu te amo
lembre-se disso!

**POESIA CRIADA EM 1995

Nenhum comentário:

Postar um comentário