domingo, 24 de junho de 2012

Signo de libra



A chuva fina lá fora
traz-me recordações
do tempo em que eu escrevia poemas
e meu maior poema era você.
A chuva fina lá fora
parecem as minhas lágrimas
que um dia caíram da minha face
quando olhei uma fotografia sua.
A chuva fina lá fora
não é só uma chuva fina lá fora
é muito mais uma chuva fina lá fora
talvez um patético poema
que escrevi em um papel molhado
com os olhos vermelhos de chorar
ajoelhado em uma poça d’água
com uma chuva fina
igual a esta chuva fina lá fora
gritando pra você não ir embora.

**POESIA CRIADA EM 1994

Nenhum comentário:

Postar um comentário