domingo, 27 de maio de 2012

Sem você na noite fria



Durmo na noite fria
tão vazia tão escura
sem você ao meu lado
a noite não passa... dura.
A eternidade dos meus sonhos
ainda ali eu tenho você
não quero acordar para o pesadelo
e lembrar que não vou te ter.
Durmo na noite fria
o meu passado é luz escuridão
acordo sonhando
gritando o meu coração
pois sonhei que estava acordado
e quando acordei
eu estava dormindo
numa noite fria
sem você, na cama vazia.

**POESIA CRIADA EM 1994

Nenhum comentário:

Postar um comentário