quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Vinte e quatro anos

Brinca criança, com esperança
pega pega, bandido e ladrão
pular corda, ver televisão
tudo um motivo de emoção
se apaixonar pela professora
levar um beijo da coleguinha
brinca criança, sem vaidade
vinte e quatro anos, que saudade!


***POESIA CRIADA EM 1994

Nenhum comentário:

Postar um comentário