domingo, 27 de novembro de 2011

Tão fácil


Sentei-me em um banco de praça
você estava lá, me olhando
nos seus olhos eu vi lágrimas
balancei a cabeça negativamente
peguei um ônibus qualquer
você estava sentada a minha frente
seus cabelos cor de fogo queimavam
mentiras e verdades reinavam
decidi tomar um banho quente
e você estava na minha frente
tão triste tão melancólica
então estendi a mão
e resolvi te abraçar
e pela primeira vez
eu vi você sorrir
e em um salto único
você entrou no meu coração.
Todos nos temos alguém
em nosso coração
e quando não aceitamos
esse alguém só nos acompanha
tristemente
quem?
O amor é claro


***POESIA CRIADA EM 1994

Nenhum comentário:

Postar um comentário