domingo, 18 de setembro de 2011

Vagas*


Quero poder tocar a lua
sentir o meu corpo flutuar
em uma paz que reina em outra dimensão
de muita harmonia.
Quero que meu pior pesadelo
ser torne uma doce realidade
então vou poder provar a mim mesmo
que um grande pesadelo pode virar um grande sonho.
Então vou sorrir de satisfação
vou ver a felicidade
estampada em cada rosto e em cada coração
vou ser um alquimista, pouco realista
transformando lágrimas de dor
em sorrisos de satisfação
e para sempre meu espírito ira vagar.

***POESIA CRIADA EM 1994

Nenhum comentário:

Postar um comentário