domingo, 25 de setembro de 2011

Festim*


Vamos viver em paz
a vida lá fora tanto fez e tanto faz
vamos sorrir pro mundo
tanto faz se nos chamam vagabundo
vamos cantar alegre
a nossa vida já não tem valor
vamos correr no alto das dunas
vamos fazer amor
vamos exportar nossas dores
vamos exilar nossos horrores
faremos o sinal da cruz
mesmo que não saibamos quem foi Jesus
vamos correr dançar e brincar
seremos heróis mortos vivos farroupilha
vamos dormir senhora para acordar
vamos fazer silêncio
pra não acordar nossos mortos
vamos ser nós mesmos, faremos assim
vamos anular os nossos votos
vamos festejar o meu fim
vamos festejar as poesias
azias de amor em indigestão
vamos correr pela praia
sobre qualquer coisa faremos questão
vamos tirar graça deste poeta
que pensa viver na solidão.

***POESIA CRIADA EM 1994

Nenhum comentário:

Postar um comentário