domingo, 4 de setembro de 2011

Caminhando em devaneios

Caminhando pela rua, no meio do deserto 
vejo pessoas indo e vindo
e chegando a lugar nenhum
jovens tão velhos, vendo o mundo acabar.
Vejo fotografias do passado
que um dia me mostraram o presente
mas não me prepararam para o futuro
que eu nunca chegaria a conhecer.
Compro livros de poemas
que tem escrito o que não quero ler
leio cartas que um dia escrevi
mas nunca lembrei pra quem remeter.
Escuto musicas, mas a letra eu não entendo
que dizem tantas verdades e não dizem nada
nada é o que quero aprender
para poder escutar musica sem precisar entender.
Caminhando pela rua, no meio do mar
afogo-me com pensamentos egoístas
que não faço questão de explicar
só caminhando, sem pressa de chegar?!

***POESIA CRIADA EM 1994

Nenhum comentário:

Postar um comentário