domingo, 29 de maio de 2011

Mesa de Bar


Chegue mais perto, sente-se, peça uma bebida
vamos conversar discutir nossos problemas
se você que chegou agora quer me ouvir
por favor, não me pergunte nada, só ouça.
Eu estou amando alguém que se foi
fico deitado em minha cama
e os meus pensamentos são sempre iguais
e olhando para esse copo, eles são os mesmos.
Um dia eu fui feliz, sorria sem necessidade
hoje vivo triste, não quero mais sorrir
tenho sonhos antigos, acordo... saudade
tenho onde ficar, mas não tenho para onde ir.
Tinha achado um motivo para lutar
meu futuro parecia tão próximo
mas eu vi... eu vi a batalha acabar
e o meu futuro ficou distante, agora é passado.
E você que chegou agora
está ai tão parado
barba mal feita, rosto triste
fale alguma coisa.
Respondeu-me:
Eu já fui você um dia, distante
e você será eu, se não acordar para o mundo
porque nos podemos amar
mas não podemos nossas vidas entregar
.
Levantou-se e foi embora
seu rosto não me era estranho
e as lágrimas vermelhas que caíram do seu rosto
mostraram-me que não tenho um problema
porque amar, mesmo alguém que se foi
é ter alguém para amar...

***POESIA CRIADA EM 1993

Nenhum comentário:

Postar um comentário