domingo, 6 de fevereiro de 2011

*Wird´s selados


O primeiro encontro foi dos mais primórdios
eu evocava a Deusa Métis para me controlar
no Lácio do amor eu me atirava sem pensar
e pedia a Deusa Palas Atenas forças para lutar
e a cada dia que passava eu me via mais atraído
pela aquela doce e inocente pallas, da qual no rosto
se via os mais puros glaucópides.
Talvez os nossos wird´s já estivessem selados
talvez eu fizesse dela a minha doce Hera
e talvez também ela me diga para sair desse meu láteo
e me faça para de ser um actéon.
Cupio aquela pallas para viver junto de mim
E se o meu amor é infiel, quero ser levado a areis pagos
Para poder me defender de toda mentira pregada sobre mim.

***POESIA CRIADA EM 1993

*Palavras retiradas dos vocábulos da mitologia grego/romana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário