segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Olhos verdes


Tens os olhos verdes
tão claros, tão raros
tens uma inocência
a ser descoberta
ao por do sol na praia
ou por debaixo das cobertas
tens vida, sorriso
tão bonito, tão teimoso
tens rima
em jeito tão mimoso
tens tudo
o céu, a terra e o mar
e sabes que tens
e sempre terás
o meu eterno amar.

**POESIA CRIADA EM 1990

Nenhum comentário:

Postar um comentário