domingo, 17 de outubro de 2010

Suplica de perdão*


Tenho o meu coração ferido
por duvidas que ficam ao meu redor
por lembranças que me fazem sofrer
por um amor que jamais vou esquecer.
Tenho os meus olhos úmidos
de lágrimas que insistem em cair
de uma imagem que nunca desaparece
de suplica de perdão.
Tenho vontade de correr, alcançar o nada
abraçar o tempo e beijar a chuva
mas no entanto ao olhar o meu reflexo na água
restos de chuvas passadas
vejo a tua imagem, que tento esquecer.
Meu coração ferido, sangra em duvidas
das lembranças que o passado traz
em que prometi jamais te esquecer.
Novas lágrimas caem do meu rosto
e novamente eu vejo a tua imagem
acordo desse meu sonho
e descubro que novamente te perdi.
Quantas flores eu colhi para te presentear
e em meio caminho parei chorando
com as flores na mão lembrando
que o nosso amor não existe mais.
Quantas duvidas a dentro de mim? Não sei
Quantas lembranças ainda terei? Não sei
Quantas lagrimas ainda derramarei? Não sei
Sei que o meu coração esta ferido
sei que para sempre te amarei!

** POESIA CRIADA EM 1989

Nenhum comentário:

Postar um comentário