domingo, 17 de outubro de 2010

Ontem, hoje e sempre


Ontem lembrei de você
lembrei dos seus olhos lindos
que nunca pude esquecer.
Ontem chorei de saudade
dos tempos em que te olhava
pois sei que te amava de verdade.
Ontem eu estava triste
você nunca me amou
descobri que tristeza existe.
Ontem eu renasci sem querer
por um amor infinito
que um homem pode ter.
Ontem eu fui dormir mais tarde
e sonhei com meu amor
e que tudo na realidade
é um doce e amargo sabor
de sonhos e fantasias
da qual nem tudo é verdade
e nos sonhos te chamo.
Hoje acordei e disse “te amo”.

** POESIA CRIADA EM 1989

Nenhum comentário:

Postar um comentário