domingo, 6 de junho de 2010

Moça*


Tantos passos livres longe de amar
tantas vidas sem sentidos, começo a chorar
todos olham quando começo a gritar
todo mundo sente que quero te amar.
Só você não vê o que estou sentindo
só você não vê as lágrimas do meu rosto
só você diz que estou mentindo
só você me da esse desgosto.
Há moça
eu já chorei por você
moça
só eu quero te ter
moça
ligo a televisão e te vejo
moça
meu amor nunca vai padecer por você.
Se escuto uma musica eu fico triste
penso alto, meu coração não resiste
vejo você em todas as garotas que vejo
então fecho os olhos e lembro daquele beijo.

**Criada em 1987

Nenhum comentário:

Postar um comentário