sábado, 1 de maio de 2010

Viajante solitário*


Sou um viajante solitário
uma carta e um baralho
meu cavalo e a saudade
são as minhas únicas companhias.
Para traz deixei um amor
e senti muita dor
mas a falta do seu calor
ainda esta no meu pensamento.
Mas sei que ela me espera
sempre olhando para o horizonte
esperando com muita ânsia
a minha chegada.
Sou um viajante solitário
que fugiu da cidade
por não ser entendido
pelas pessoas ditas civilizadas.
Um poeta, um ser triste
um homem que não desiste
de impor seu pensamento
duvidas e tormentos.
Mas um dia eu vou voltar
e lutar pelo que é meu
um dia todos irão aceitar
esse dom que Deus me deu.
Neste dia então
eu olharei para o céu
rezarei um pai nosso
lembrarei que eu fui
um viajante solitário
e direi:
- obrigado meu Deus!


** Criada em 1983

Um comentário:

  1. Amigo do Coração

    Linda...
    Quase todo póeta é triste...
    ... não compreendido...
    Mas... valente... não sediste nunca de seus sonhos...
    Escreve... precisa para poder viver...

    Bjs.

    ResponderExcluir