domingo, 2 de maio de 2010

Um dia talvez


Ontem lembrei de você
quando de um sonho acordei
suando, quase chorando
sofrendo, não sei até quando.
Lembrei que nunca pude te ter
o seu coração nunca veio a corresponder
as doces palavras do meu coração
o que para mim foi difícil de entender.
Só nos sonhos eu te beijei
abracei-te e te falei que te amo
embora isso seja um terrível e doce engano.
Mas haverá um dia em que te olharei
beijarei-te e murmurarei
mas vou virar as costas
e nunca mais voltarei
ai eu levarei de verdade
lembranças de um beijo
não fugirei mais da realidade
pois nos sonhos nunca te deixo.

** Poesia criada em 1986

Nenhum comentário:

Postar um comentário